Resenha - Rio dos Ventos, de Fabiano Alexandria





Editora: Autografia
Ano: 2017
Número de páginas: 222
Onde comprar: EbookLivro Físico: Amazon, Saraiva
Adicione no Skoob
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐
Resenhista: Leitora Mineira

Sinopse: Antônio e Ângelo são frades do Convento Santo Antônio, que, assim como a Igreja, faz parte do complexo São Francisco, local repleto de histórias, cujo início das construções datam de 1588. Este palco histórico já foi utilizado como fortificações durante as invasões holandesas onde, até os dias atuais, várias lendas resistem ao tempo – como a de um túnel que teria sido edificado com a finalidade de servir como roteiro de fuga até o Rio Sanhauá, afluente do Paraíba. Ambos descobrem que a lenda do túnel é realidade e que muito mais coisas estão escondidas ou esquecidas pelo tempo. Entretanto pessoas erradas e influentes também tinham o conhecimento dessas descobertas e de seu valor incalculável.

Resenha: Rio dos Ventos é um romance policial e a história se passa em Cabedelo, município da região metropolitana de João Pessoa, no estado da Paraíba. O fato da ficção se passar em um município brasileiro já é um diferencial muito interessante, pois, no decorrer da história o leitor acaba tendo descrições atrativas de pontos turísticos, características e fatos históricos ocorridos nessa região.
            A história começa de uma forma bastante eletrizante. Ao nascer do sol Frei Antônio se encontra em um túnel com pouca iluminação tentando achar uma saída a fim de trazer à tona revelações que vieram a seu conhecimento dentro do convento de Santo Antônio e que podem afetar a vida de muitos dentro e fora do monastério.
            A fim de desvendar o mistério envolvendo Frei Antônio e alguns casos de homicídios consecutivos que acabam acontecendo na cidade os detetives Bernard e Vanessa entram em ação para ligar os pontos e capturar o responsável pelos crimes.
            Achei bastante interessante a riqueza de detalhes que o autor usou para descrever tanto os lugares onde acontecem os fatos narrados, quanto as informações passadas ao leitor, por exemplo, análises corporais utilizadas pelos investigadores e métodos para descobrir como os assassinatos aconteceram. Além disso, artefatos históricos são citados em “Rio dos Ventos” e algumas imagens deles ajudam o leitor a imaginar melhor os fatos descritos.
            Para os fãs de Dan Brown, assim como eu, esse livro vale muito a pena. Senti grande semelhança entre a forma que o autor Fabiano Alexandria conduziu a história com os livros do autor estrangeiro. Assassinatos, mistérios envolvendo lugares e objetos históricos e paisagens belíssimas que fazem o leitor sentir vontade de viajar, permeiam esse livro nacional publicado pela editora Autografia.

Um comentário

Topo