Sinopse:

Lúcifer há muito não é “aquele que traz a aurora”, como seu nome sugere. Desde que liderou a rebelião contra seu Criador foi condenado a Sheol, o inferno, onde instaurou seu próprio reinado. Muitos o seguiram, porque acreditaram nele. Tornaram-se seus serviçais ou aliados.

No entanto, Lúcifer se sente sozinho e cansado de sua existência. Depois de trai-Lo, sente falta de Deus, da essência divina, de uma razão verdadeira para a sua vida. Seria possível, um dia, a Ele retornar?
Agora conhecido como Heylel, é na Terra que Lúcifer encontra alguém que mudaria seus sentimentos. Anna, uma bela mulher, ensinou-lhe o amor e presenteou-o com uma filha. Heylel amou ambas com todo o seu coração.
Mas nem sempre é possível viver o que se deseja. Heylel não é humano e sua essência desvirtuada já não é divina. Ele é o Senhor de Sheol e seus demônios não estão contentes com a passividade de seu líder. Uma guerra se aproxima e Heylel precisará envolver nela seu bem mais precioso: sua família.Carregado de tensão, incertezas, amores, bruxas, anjos e demônios, esse romance convida o leitor a pensar que nem sempre o que sabemos é verdadeiro. Até mesmo o Diabo pode surpreender!


Resenha:

 Lauren é uma jovem peculiar, desde pequena se mostrou diferente das demais crianças. Ela se vê diante de um novo mundo quando as respostas para suas dúvidas são reveladas.
 Por que odiar tanto o amanhecer e se sentir revirogada quando a lua aparece? Por que consegue ver aqueles que ninguém mais vê? Qual a razão dos seus pesadelos perturbadores?
 Lauren é filha do próprio diabo -Heylel, como é chamado- e ao fazer 17 anos é reclamada para ocupar o seu trono em Sheol, seu verdadeiro lar.
 Junto ao seu melhor amigo e protetor, Gabriel, a pequena Naiara - seu nome verdadeiro -, aquela que nasceu para comandar, tem que se tornar uma guerreira forte e poderosa para enfrentar as forças que ameaçam a ela e ao seu povo.
 Como se já não bastasse uma rebelião no inferno, a moça se vê confusa entre o amor de Gabriel e de Agares, um demônio loiro e arrogante que capturou seu coração. 
 Tenebris pode lhe surpreender com as revelações surpreendentes e o modo como a autora quebra o estereótipo de alguns personagens como Lucifer ser um pai amoroso e triste por ter perdido seu grande amor, ou uma bruxa que mais parece uma parada gay de tão colorida.

Resenhista: Raiany
Escritora: Erika Gomes (clique aqui)
Se apaixone e deixe Tenebris surpreender você!


44 Comentários

  1. Parada gay foi ótimo rs
    Obrigada por esse carinho e parceria ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Pelo pouco que li, me interessei muito pelo tema.
    E minha lista de livros para comprar só aumentando rsrs

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Já amei o livro, e com certeza coloquei ele na minha lista enooorme de compras!!

    Beijos <3

    ResponderExcluir
  5. Não é meu estilo literário, mas vou pesquisar mais sobre a autora! Bjos

    ResponderExcluir
  6. Nossa adorei, fiquei muito interessada, amo esse gênero, e achei a capa maravilhosa, e amei o modo que você disse do pai e da bruxa na resenha, parabéns pelo trabalho, realmente quero ler o livro.

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi as pessoas falar muito bem do livro, o livro aborda assuntos polêmicos que mexem muito como assunto de demônio e traição, Para aqueles leitores que querem se aprofundar desses assuntos e gosta de romance e ação o livro é perfeito, abraços.

    ResponderExcluir
  8. Oie,
    achei a capa do livro muito bonita, agora a história não me agradou, não sou muito fã de livros de fantasia mesmo tendo um pouco de romance, acredito que agregou bastante no livro, mas mesmo assim não tenho vontade de ler.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  9. Nossa, diferentaço! Gosto de livros assim... Boa ideia da Erika Gomes ao fazer essa trama! Vou procurar com certeza! Queria saber por que o diabo se chama Heylel... Algum simbolismo na origem da palavra? Ela existe? Ou foi inventada? Fiquei curioso agora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque Heylel é o nome de Lúcifer em hebraico, significa, estrela da manhã, aquele que trás a Aurora.
      Como a bíblia foi traduzida para várias línguas, muitas coisas mudaram, palavras e significados. Lúcifer, o anjo de luz, anunciava o novo amanhecer.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  10. Nossa amei muito! tanto a capa quanto a forma que escreveu sobre o livro! Quando tem um pouco de romance já gosto <3

    ResponderExcluir
  11. Oi
    Gostei da dica!!
    O livro é bem interessante, gosto de livros com esta temática. Fiquei curiosa, já coloquei na minha lista de leitura 😉
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia o livor mas não me interessei por ele. Acho que está romantizando o "diabo". Me lembrou de um livro em que o Hitler é o protagonista de um romance com uma judia. Enfim, cada um lê o que quiser, as pessoas são diferentes e o que não me agrada pode agrar outras pessoas.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Sua resenha está ótima, mas por achar esta obra muito sinistra, não leria, pois não faz meu gênero literário. Gosto mais de romances, fantasias...algo mais leve.
    Quem sabe sua próxima leitura não me desperte o interesse em lê-la.
    Beijo
    Cássia Pires

    ResponderExcluir
  14. Não tinha ouvido falar com o autor.
    Confesso que após ler a premissa ele não me interessou.
    Hoje deixou a dica passar.

    ResponderExcluir
  15. É com certeza um enredo único. Nunca tinha lido nada nesse estilo. Devo confessar que não é muito a minha praia. Mas acho interessante que o livro envolva o diabo, bruxas e afins. Com certeza, é bem diferente!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  16. Parece ser um livro diferente com o enredo não usual. Gostei bastante!
    Bjos

    ResponderExcluir
  17. Oie,
    Simplesmente amei o livro!
    Já havia temposque eu não via ser lançado algo de qualidade, com histórias sobre anjos e demônios. Quero ler pra já!!
    Dica de leitura: Leia os livros da coleção Filhos do Éden de Eduardo Spohr, são da mesma temática.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Hahaha Adorei o lance da parada gay. Que resenha espetacular. Clara e bem objetiva.
    Na verdade não conhecia essa obra e através das suas palavras certamente vou procurar pra ler futuramente.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  19. Oii, tudo bem?
    AI MEU DEUS, QUE LIVRO É ESSE? Precisooooooooo! Tô lendo um com a temática anjos vs. demônios e tô amando, gosto muito de livros do tipo. Adorei a parte da bruxa estilo parada gay, hahahaha. Achei bem diferente.
    Dica super anotada.
    Bjos

    ResponderExcluir
  20. Achei a premissa do livro bem interessante. Sempre me interessei pela temática. Sempre me interessei por literatura com anjos e demônios e, eu pelo menos, nunca li um com esses papéis ao contrário. Lúcifer sofrendo por amor, um demônio se apaixonando por uma humana e lutando por ela. Parece bem interessante. Vou adicionar a minha lista de próximas comprar.
    Bjos

    ResponderExcluir
  21. Eu sempre vejo indicações de Tenebris no Instagram, e já o tenho no meu Kindle! Estou muito curioso para conhecer esse universo, essa bruxa já me deixou animado ! Quero muito saber como a autora desenrolou o enredo, levando em conta todos os esteriótipos que rondam Lúcifer, por exemplo. Vou ler o quanto antes ! Obrigado por essa dica maravilhosa! Beijos *--*

    ResponderExcluir
  22. Resenha legal a sua vou até mostrar para a minha irmã que curte esse tipo de leitura
    parabéns pela indicação e resenha

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  23. Essa parte de odiar o amanhecer e sentir revigoração ao luar muito chamou atenção. Não conhecia o livro e fiquei no mínimo interessada. Também curti a parte de quebra de estereótipos.

    ResponderExcluir
  24. Esse livro tem dominado os meios literário que acompanho. Não é uma temática que eu gosto ou que eu leria, mas pelo que tenho visto, ele tem surpreendido os leitores.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Olá! Ainda não li esse livro mas parece interessante.
    Vou anotar a indicação e espero estar lendo também em breve.
    sucesso com o blog, bjoo

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Amei sua resenha!
    Sempre vejo comentários sobre esse livro no Instagram, mas nunca parei para ler uma resenha.
    Eu baixei esse livro esses dias e lendo sua resenha me despertou mais interesse na história.
    A história parece que prende do início ao fim,é uma das coisas que me atraem em um livro.
    Enfim, parabéns pela resenha e seu blog.

    ResponderExcluir
  27. Oi,
    Adorei sua resenha. A história realmente me interessou.
    Salvei aqui nos favoritos para deixar na minha lista de próximas leituras.

    Parabéns pelo blog.
    www.sobrecadamomento.com.br

    ResponderExcluir
  28. Olá, tudo bem?

    Já li esse livro e ele está entre os meus queridinhos. A história realmente dar gosto para quem a estar lendo, pois a autora consegue inserir na trama vários elementos que levam o leitor a ter uma experiência completa com a obra. Você consegue gargalhar, se emocionar, ficar apreensivo e entender como o amor pode mudar as pessoas. Super recomendo a leitura. Adorei a resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Nossa, esse livro parece incrível. Nunca li esse tipo de temática, mas fiquei tentada por essa resenha. Espero ter a chance de conferir essa trama em breve <3

    ResponderExcluir
  30. Uau que diferente, na verdade nunca pensei por esse lado quando se fala de Lucifer e não me lembro de ter visto algum livro quue aborde assim também, por isso fiquei tão curiosa pra ler esse livro rs

    ResponderExcluir
  31. Uau adorei a sinopse! Lúcifer deve sentir mesmo a falta de Deus... Preciso ler esse livro!!!

    ResponderExcluir
  32. Oiii tudo bem?
    Que resenha maravilhosa gente, eu com toda certeza adoraria ler essa obra, ainda mais com essa nome do livro, a sinopse em si me atraiu bastante, dica anotada.
    Abraços

    ResponderExcluir
  33. Muito legal a resenha, instiga a conhecer a obra. Adorei o post e o blog. Vou continuar acompanhando os textos por aqui. Abraços!

    ResponderExcluir
  34. Oiii tudo bem???

    Não conhecia o livro, mas o tema não me agrada :(
    Achei até interessante, e adorei a resenha, mas vou passar a dica.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  35. Oie, tudo bem? Ainda não conhecia a obra, mas pelo enredo parece ser uma história bem diferente. Acredito que o lado positivo da literatura é justamente esse, cada autor pode dar asas à imaginação e escrever da forma que quiser. Ótima resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  36. Oi Janini.

    Sua resenha trouxe um livro bem diferente e ainda não tinha lido nada sobre ele. Parece que é uma história bom de apreciar e vou adicionar na minha lista de desejados para conhecer melhor a história. Essa história de Lúcifer ser um pai amoroso deixou bem curiosa.

    Bjos

    ResponderExcluir
  37. " Por que odiar tanto o amanhecer e se sentir revirogada quando a lua aparece? Por que consegue ver aqueles que ninguém mais"
    Me li nesse parágrafo! kkkkk Adorei!

    ResponderExcluir
  38. Olá!
    Tudo bem?!
    O livro é bem interessante, diferente... Adorei tua resenha!
    Beijos, Lorena

    ResponderExcluir
  39. Oi..

    Este livro traz uma temática que amo, adoro livros como este. Ainda não o conhecia, mas infelizmente, não foi dessa vez que irei adicioná-lo para ler. Vou passar a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
  40. Gostei uito da dica, porém o tema não me agrada! Vou repassar este post a amigos que gostam e se divertem com este gênero!

    Alana zoz

    ResponderExcluir
  41. Olá,

    Desconhecia a obra, mas achei essa temática muito legal. Sempre vemos livros com anjos, mas pouquíssimos com demônios e o próprio diabo, é bom dar uma variada às vezes e acho que esse livro é um bom modo de fazer isso. Espero ter a oportunidade de fazer essa leitura.

    ResponderExcluir
  42. Super interessante a ideia, adoro quando tem outras visões para alguns detalhes já tão conhecidos - como o exemplo citado de Lucifer.
    Fiquei bem curiosa e vou procurar saber mais sobre o livro :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir