Sinopse:
 
 
Kristen Berkeley já não era mais a mesma. Após a morte de sua irmã gêmea, ela é mandada para morar com o pai em Nova York.
Longe de seu passado, tudo o que Kristen deseja é poder recomeçar sua vida e esquecer os verdadeiros motivos que lhe levaram até aqui.
 No entanto, tudo muda quando ela conhece Landon Parker. Um jovem impulsivo e rebelde, que ver em Kristen algo mais do que uma simples conquista.
 Perdida no paraíso é uma história de superação e recomeço, que vai mudar para sempre a vida desse casal, que terá que lutar contra todos os segredos que dificultam o tão sonhado Feliz Para Sempre.

 
Resenha:

 
Kristen Berkeley perdeu metade da própria vida quando sua irmã gêmea, Katy, morreu. Vivendo dias de angústia e intrigas com a mãe dentro de casa, alegando que era uma tortura olhar para Kris e ver o rosto de Katy, sua filha favorita. Em meio a toda discussão, ela é mandada para New York, para morar com seu pai, John -com quem tem um bom relacionamento. 
 Estava sendo mais fácil aceitar a dor da perda de Katy e a rejeição da mãe. Kris já não era a mesma adolescente rebelde de antes, agora tentava ser um pouquinho mais parecida com a sua irmã. Ela tinha uma nova vida, um novo começo, uma nova história.
 Landon, garotas, é com certeza o seu sonho de consumo. O queridinho da escola, capitão do time, e claro, um mulherengo. Por baixo de todo esse couro preto e desses olhos encantadores, existe um homem com traumas passados. Nada tão clichê, mas a ausência do pai, que o abandonou aos 9 anos -e volta apenas para transforma-lo em uma cópia barata do mesmo- e um coração, partido o fazem o perfeito "pegador sem compromisso".
 Os dois irão se aproximar com um trabalho de literatura onde no fim do mês devem apresentar um relatório sobre seu parceiro. 
 O que fazer quando sente que aquela pessoa completou sua alma? O que dizer quando os sentimentos estão na ponta da língua mas não conseguem sair? Qual o segredo para amar sem se machucar? 
 "Perdida no Paraíso" é uma história, acima de tudo, sobre confiança. Confiar na palavra da sua filha, confiar no seu amor, confiar em si mesmo, e se auto-descobrir.
 Com uma narração incrível, Bhetys Oliveira te deixa ansioso pelo próximo acontecimento, devorando cada página do livro. Há alguns núcleos da história que eu gostaria que fossem desenvolvidos com mais afinco, porém não é nada que chegue de fato a danificar a obra.
 Descubra o que acontece quando se mistura uma garota machucada, um badboy pegador, seus melhores amigos e o High School.

Escritora: Bhetys Oliveira.
Número de páginas: 352.
Resenhista: Raio.
Nota:
                                   


Um Comentário

  1. Nossa me interessei bastante pelo livro, é um gênero que gosto e aprecio ler. Quero muito saber de tudo.

    Um beijo.

    ResponderExcluir